Macaé News
Cotação
RSS

Boom populacional: Rio das Ostras é líder entre as 25 cidades com maior crescimento no Estado

Publicado em 06/01/2014 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Michelle Neto/RJNEWS

Michelle Neto/RJNEWS

» Município de Macaé ficou em nono lugar na lista
 
do IBGEEstimativas populacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) entre 2003 e 2013 apontam que o Estado do Rio de Janeiro ganhou quase meio milhão de habitantes. As cidades da lista chegaram a crescer até 190% neste período e a primeira colocação ficou com o município de Rio das Ostras, que triplicou de população nestes últimos 10 anos. O fato elevou a cidade de categoria, ou seja, deixou de ser uma cidade pequena para ser média. De forma simplificada, especialistas dizem que cidades médias são aquelas com qualquer coisa entre 100 e 500 mil pessoas. Boa parte das 25 cidades da lista – todas consideradas médias hoje – são lugares que passaram por um boom não somente populacional, mas também econômico na última década. Rio das Ostras e Macaé viram sua população aumentar na esteira da exploração de petróleo na região.
O município de Macaé, que abriga a sede da Petrobras, teve 55% de crescimento da população, ficando em nono lugar no ranking do IBGE. Já Cabo Frio ficou na 17ª colocação. Para o garçon Luiz Carlos Santiago, que mora em Rio das Ostras há quatro anos, em termos econômicos isso é muito bom para o município, no entanto, para a população ele acredita que não seja tão bom assim. “Eu vim de Juiz de Fora para conhecer a cidade e acabei ficando. Rio das Ostras cresceu muito e se continuar assim, a violência também pode aumentar. É uma situação difícil de controlar”, reflete o morador. Já para a costureira Laura Vizzoni, moradora há três anos, apesar do crescimento desordenado, acredita ser uma cidade ainda muito boa para se viver. “Gosto de morar aqui e meus filhos também vieram de Friburgo para cá.
A única coisa ruim é esta época de férias que fica tudo muito cheio”, acrescenta Laura. As pequenas cidades foram desconsideradas, pois nelas, sensíveis variações populacionais já trazem enormes variações estatísticas. Os dados são das estimativas populacionais do IBGE para os anos de 2003 e 2013 que, por sua vez, são calculadas a partir dos números reais dos censos 2000 e 2010, respectivamente.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário