Macaé News
Cotação
RSS

Professores da Faetec poderão realizar especialização em educação profissional e tecnológica

Publicado em 18/09/2020 Editoria: Educação sem comentários Comente! Imprimir


Em meio aos desafios de desenvolver o ensino remoto, surge uma boa notícia para o corpo docente da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec). Professores das áreas técnicas da Rede conquistaram 160 vagas no curso de pós-graduação lato Sensu em Docência para a Educação Profissional e Tecnológica, por meio do Ministério da Educação (MEC), em parceria com o Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). O número de interessados já supera o de oferta: mais de 400 educadores manifestaram desejo de participar.

A capacitação é direcionada aos professores que atuam nas disciplinas técnicas dos cursos de educação profissional e tecnológica e que tenham diploma de curso superior em qualquer área do conhecimento. Para efetuar a inscrição, o candidato deve procurar a direção da unidade escolar em que atua. A seleção se dará por sorteio. No processo seletivo, há reserva de vagas para negros, pardos, indígenas e pessoas com deficiência.

– É mais um ganho do corpo docente que se aprimora com as novas ferramentas e, consequentemente, dos alunos que receberão novas práticas pedagógicas a partir do aperfeiçoamento dos professores. Por meio de oportunidades como essa, garantimos cada vez mais o alto nível de qualidade dos nossos educadores – afirma Maicon Lisboa, presidente da Faetec.

Com carga horária total de 460 horas, o curso de pós-graduação terá duração de 12 meses, com ingresso em outubro deste ano. Ele será ofertado na modalidade a distância, sendo que haverá atividades avaliativas a serem aplicadas presencialmente em quatro polos de apoio localizados nas cidades de Niterói, Nova Iguaçu, Rio de Janeiro e São Fidélis.

- Esse curso é uma excelente oportunidade de capacitação para os professores da Rede, que precisam estar em constante aprendizado e aprimoramento de suas habilidades. Ainda mais nesse difícil momento de pandemia, em que é necessário se reinventar e se adequar cada vez mais às novas ferramentas. O elevado número de interessados só mostra que o nosso o nosso time de profissionais procura qualificar-se cada vez mais para fortalecer o processo de ensino - ressaltou a secretária de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria Isabel de Castro.

› FONTE: Ascom FAETEC


sem comentários

Deixe o seu comentário