Macaé News
Cotação
RSS

Parceria Sicoob e Sebrae prevê a liberação de crédito às micro e pequenas empresas do estado do RJ

Publicado em 30/01/2020 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


O Sicoob Central Rio, em parceria com o Sebrae-RJ, criou o projeto “Mais Cooperativismo Financeiro”, direcionado às micro e pequenas empresas do estado do Rio associadas e não-associadas ao maior sistema cooperativo do país, o Sicoob. A parceria também prevê a liberação do fundo de aval - criado pelo Sebrae em 1995 -, que tem finalidade exclusiva de complementação das garantias exigidas pelas instituições financeiras na liberação de crédito para pequenos negócios. 

Por meio do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe), o Sebrae pode ser avalista complementar de financiamentos para pequenos negócios. Segundo Guilherme Reche, da Coordenação de Produtos Financeiros do Sebrae RJ, "o objetivo principal do projeto “Mais Cooperativismo Financeiro” é promover e fortalecer o cooperativismo financeiro no estado do Rio, proporcionando melhores condições de acesso ao crédito e a serviços financeiros às micro e pequenas empresas. O Sebrae aposta no desenvolvimento das competências de gestão empresarial necessárias para elevar os resultados das empresas", afirma.

A iniciativa surgiu a partir do  evento "Avança.Rio Pequenos Negócios", um programa realizado em 2019 em cidades do interior do estado fluminense e na capital, para aproximar as cooperativas do empresariado local. E inclui a capacitação de associados, treinamento de agentes de negócios das cooperativas, palestras e workshops para disseminar o cooperativismo financeiro em regiões estratégicas, dentre outras ações estruturadas. "Acreditamos que a utilização do fundo de aval vai ampliar a oferta de crédito para capital de giro e investimentos em máquinas e equipamentos com melhores condições para os empresários e com riscos minimizados para o Sicoob", diz Reche.

O Projeto está em total consonância com o foco no desenvolvimento da economia do estado do Rio, atento às alternativas que possibilitem aos empresários melhores condições para crescer. “Há muita oportunidade, principalmente para ampliação do market share do cooperativismo e devemos abrir frentes de atuação que ampliem a oferta de recursos para que as empresas possam contratar cada vez mais, produzir e ampliar seus resultados. É um ciclo que precisa ser traçado de forma sólida, para fazermos com que o estado do Rio de Janeiro tenha mais competitividade, sustentabilidade e empregabilidade”, comenta Reche.

O Sicoob Central Rio tem oito cooperativas filiadas, ou singulares, no estado do Rio de Janeiro e juntas constituem o Sistema Sicoob Rio, que faz parte do maior sistema de cooperativas financeiras do Brasil, o Sicoob, com mais de 4,6 milhões de associados, tendo pontos de atendimento em todos os estados brasileiros.

As cooperativas do Sistema Sicoob Rio são divididas em dois grupos, as de livre admissão, abertas: Sicoob Cecremef, Sicoob Empresas, Sicoob Fluminense, Sicoob Coopvale; e as segmentadas, ligadas a grupos de instituições: Sicoob Coomperj, Sicoob Coopjustiça, Sicoob Credicor e Sicoob Servidores. Nesse sistema, o Sicoob Central Rio presta consultoria às filiadas, ou singulares, nas áreas de Negócio e Gestão.

A rede Sicoob é a quinta maior entre as instituições financeiras que atuam no país, com mais de 3 mil pontos de atendimento, autorizada a operar e auditada pelo Banco Central do Brasil. O Banco Cooperativo do Brasil (Bancoob) é o provedor de produtos e serviços financeiros (conta corrente, cartões, previdência privada etc.) para as cooperativas, nos perfis de Pessoa Física e Jurídica, além do Crédito Rural. Os depósitos em nossas cooperativas têm a proteção do Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito, o FGCoop. 

› FONTE: Ascom


sem comentários

Deixe o seu comentário