Macaé News
Cotação
RSS

Filme sobre abolição da escravidão estreia no Curta! no Dia Nacional da Consciência Negra

Publicado em 17/11/2019 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


Em sua segunda temporada no canal, a série “O Milagre de Santa Luzia” continua sua pesquisa sobre a cultura popular brasileira. A cada episódio, um artista entra em foco e, nesta semana, é a vez de Yamandu Costa. Gaúcho radicado no Rio de Janeiro, o violonista mostra sua casa no bairro de Botafogo, e conta que por ali passaram grandes músicos como Guerra-Peixe, Turíbio Santos e os irmãos Assad, fato que ele desconhecia quando comprou o imóvel.

Ele lembra sua infância em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, numa família musical: seus pais tinham uma banda e organizavam saraus em casa. O casal também tinha o costume de receber músicos estrangeiros, sendo um deles o argentino Lucio Yanel, que exerceu grande influência sobre Yamandu em seus anos de formação. A série “O Milagre de Santa Luzia” é uma produção da Miração Filmes, viabilizada pelo Curta! através do Fundo Setorial do Audiovisual, e dirigida por Sergio Roizenblit. Episódio inédito na Segunda da Música, 18/11, às 20h30.

Segunda da Música – 18/11

20h30 – “O Milagre de Santa Luzia” Cultura Popular - Temporada 2
Violonista e compositor nascido em Passo Fundo, em 1980, Yamandu Costa começou a estudar violão aos 7 anos de idade com o pai, Algacir Costa, líder do grupo Os Fronteiriços e aprimorou-se com Lúcio Yanel, virtuoso argentino radicado no Brasil. Suas interpretações performáticas conseguem remodelar cada música que ele toca e revela uma profunda intimidade com seu instrumento. Yamandu toca de choro a música clássica brasileira, mas também é um gaúcho cheio de milongas, tangos, zambas e chamamés.  Diretores: Sergio Roizenblit. Duração: 25 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 19 de novembro, terça, às 0h30 e às 14h30; 20 de novembro, quarta, às 8h30; 24 de novembro, domingo, às 15h35.

PROMO: https://www.youtube.com/watch?v=4sHG0PBD5qg&feature=emb_title
FOTOS EM ALTA: https://drive.google.com/drive/folders/1ECQiDUVqi485vvN-p8jZk1hm4A4oq5E8?usp=sharing

Terça das Artes – 19/11

22h30 – "Francisco Brennand”
Francisco Brennand é pintor, desenhista, escultor e ceramista. Desde 1971, vive isolado em seu ateliê-oficina num bairro distante do centro da cidade do Recife. O filme narra sua trajetória a partir do diário escrito pelo artista, onde ele reescreve sua vida há mais de 60 anos.  Diretora: Mariana Brennand Fortes. Duração: 75 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 20 de novembro, quarta-feira, às 2h30 e 16h30; 21 de novembro, quinta-feira, às 10h30; 23 de novembro, sábado, às 20h50; 24 de novembro, domingo, às 11h50

PROMO: https://youtu.be/fYCDpQcwHUc
FOTOS EM ALTA: https://drive.google.com/open?id=12k9R3kI8Auq5_jx3ohcpRdOY30cRH0So

Quarta de Cinema – 20/11

20h - A faixa “A Vida é Curta!” traz os filmes “Liberdade” e “Os olhos de Cecília”

Liberdade
Abou é um artista guineense que vive com outros imigrantes africanos em uma pensão no bairro da Liberdade, em São Paulo. Entre eles, vive Satsuke, uma mulher japonesa misteriosa que parece estar na casa há muitas décadas. Sow, um jovem guineense, está tentando chegar na casa para começar uma vida no Brasil, mas fica preso no aeroporto. Diretor: Pedro Nishi. Duração: 25min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 21 de novembro, quinta-feira, às 00h; 22 de novembro, sexta-feira, às 08h; 24 de novembro, domingo, às 1h25.

FOTOS EM ALTA: https://drive.google.com/open?id=1wC09S2loBsMoELe7AtshTnH3BUPWa-ee

Os olhos de Cecília
Há alguns dias longe da escola, Cecília, uma menina de 8 anos que enxerga apenas com um dos olhos, decide voltar. Diretor: Victor Hugo Fiuza. Duração: 19 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 21 de novembro, quinta-feira, às 00h28; 22 de novembro, sexta-feira, às 08h28; 24 de novembro, domingo, às 1h55.

22h30 - "A Última Abolição”
O Brasil tem o vergonhoso título de “último país ocidental a abolir a escravidão”, fato que se deu apenas em 1888. O documentário “A Última Abolição” aborda a escravidão no Brasil com especial enfoque no período da abolição, destacando os movimentos abolicionistas, a resistência escrava, o papel das mulheres negras na resistência, as discussões da elite do país no período, culminando com a assinatura da Lei Áurea e suas consequências para a população negra até os dias de hoje.  Diretor: Alice Gomez Duração: 81 min Classificação: Livre. Horários de exibição: 20 de novembro, quarta-feira, às 22h30m; 21 de novembro, quinta-feira, às 2h30 e às 16h30; 22 de novembro, sexta-feira, às 10h30; 23 de novembro, sexta-feira, às 13h20; 24 de novembro, sábado às 22h25.

PROMO: https://www.youtube.com/watch?v=QKGtNqV5pAE&feature=emb_title
FOTOS EM ALTA: https://drive.google.com/open?id=13jFJfePv3PQCV4BPHCm4nUOtWrRzJrLL

Quinta do Pensamento – 21/11

20h – “Imortais da Academia” (Série) - Episódio “Cadeira 37: Poesia e pólvora”
Este episódio da série “Imortais da Academia” é, ao mesmo tempo, lírico e potencialmente explosivo. Reúne alguns dos principais nomes da poesia brasileira – Ferreira Gullar, João Cabral de Melo Neto e Ivan Junqueira – lado a lado com figuras que colecionaram simpatizantes e opositores: Getúlio Vargas e Assis Chateaubriand. Entre versos e polêmicas, o episódio passeia pela vida e pela obra dos acadêmicos que emprestaram seus nomes à cadeira 37 da Academia Brasileira de Letras. Diretor: Belisario Franca. Duração: 26min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 22 de novembro, sexta-feira, às 00h e às 14h; 24 de novembro, domingo, às 16h10; 25 de novembro, segunda-feira, às 8h.

PROMO: https://youtu.be/EmCVPYP2n5c
FOTOS EM ALTA: https://drive.google.com/open?id=1lkLDVmuBb5imCHcXkkroAlk54W8pD2KC

Sexta da Sociedade – 22/11

22h30 “O Muro”
Realizado em meio à maior crise política da história do Brasil, este documentário investiga a polarização que inflamou de forma inédita um país em que a miscigenação e a cordialidade são tidos como mitos fundadores. Na fronteira do documentário, o filme constrói um retrato urgente do Brasil atual. Diretor: Lula Buarque de Hollanda. Duração: 87min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 23 de novembro, sábado, às 02h30 e 14h55; 25 de novembro, segunda-feira, às 00h e 16h30; 26 de novembro, terça-feira, às 10h30..

PROMO: https://youtu.be/NZJ6ztR6gec
FOTOS EM ALTA: https://drive.google.com/open?id=1_wPDeuudAIdZDQmTNV2TfHy8nKy9wRxZ

Sobre o Curta!

O canal Curta! é um dos novos canais brasileiros da TV paga que mais aprovou projetos para financiamento pelo Fundo Setorial do audiovisual. Até agora foram financiados, para estreia no CURTA!, mais de 120 longas documentais e 800 episódios de 60 séries, atendendo à grade temática do canal: música, artes cênicas, metacinema, pensamento em humanidades, história política e sociedade.

O Curta! pode ser visto nos canais 56 e 556 da NET e da Claro TV, no canal 75 da Oi TV e no canal 664 da Vivo, oferecido à la carte pela operadora. Siga o Curta! nas redes sociais: www.facebook.com/CanalCurta, https://twitter.com/canalcurta e www.youtube.com/user/canalcurta. Saiba mais em http://www.canalcurta.tv.br.

› FONTE: Ascom


sem comentários

Deixe o seu comentário